sábado, 20 de outubro de 2012

AVENIDA BRASIL PAROU O BRASIL COM SEUS MISTÉRIOS.

Joâo  Emanuel Carneiro  criou a família  Tufão  e fez do Divino o campeão de Avenida Brasil
POR NICE  ABREU



 "Avenida Brasil" chegou ao seu  final desvendando o mistério de quem matou o Max logo no comecinho da novela. este foi um dos ponto forte do autor que não ficou enrolando o telespectador até o final . O desencadear dos personagens seguiu uma trilha em que todos deixaram sua marca no folhetim. O Adalto (Juliano Cazarré)  merece o prêmio de melhor ator coadjuvante pela sua performance em se curar  de um trauma da infância que o perseguia. Somente ele podia defender  o titulo do  Divino que há tanto tempo  estava engasgado pelo erro de um  penalte.   Ficamos sem saber o que aconteceu com o Santiago,  o maior vilão psicopata da novela que desencadeou toda a historia da ficção.
  João Emanuel Carneiro revelou  que mesmo os  mais prejudicados são capazes de perdoar. Vou sentir saudades das maldades da Carminha( Adrinana Esteves) e das suas caras e bocas, característica da personagem de Adriana Esteves em que até no finalzinho ela mostra sua arrogância mesmo depois de dizer que perdoou a Nina, das risadas irônicas de Nilo, das brigas na família Tufão, na sabedoria de Suelen que soube conquistar o coração de dois gatos, do amor de Cadinho por suas três amadas, do desejo de justiça de Nina que mostrou que a paz é possível e perdoar faz bem ao coração de todos.  Nina (Débora Falabella) e com Jorginho (Cauã Reymond), formaram o casal feliz com o filhinho nos braços.
O Brasil todo parou para assistir  o ultimo capitulo de   "Avenida Brasil". João Emanuel Carneiro e todo o seu elenco juntamente com a produção e diretores (Ricardo Waddington, Amora Mautner e José Luiz Villamarin) .Agora é só esperar para seguir a nova história que ocupará o lugar  daquela que nos prendeu a atenção do começo ao fim. "Avenida Brasil"

Nenhum comentário:

Postar um comentário