terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Claudia Ventura retrata as faces do espetáculo “Amor Confesso"

Claudia Ventura e Alexandre Dantas dividem o palco do Centro Cultural do Correios com uma interpretação invejável. Dois atores retratam os contos de Arthur de Azevedo sobre o “Amor’ e a realidade do casamento com uma categoria peculiar, de ambos, que se revelam em “Amor Confesso”. A interação do casal em cena  transforma as histórias na melhor qualidade teatral fazendo jus aos elogios que vem recebendo do publico e da crítica. 


















A produção usa como cenário um fraque do lado direito e do esquerdo utiliza o vestido de noiva herdado da mãe de Claudia. Elementos que formam uma arte cênica dividida apenas com uma cadeira, o piano juntamente com seu condutor Roberto Bahal que interage com os atores com músicas que encaixam adequadamente a cada história.

                                                                                                                                  
Claudia conversa com o “Fale Mulher”  e explica como foi que eles montaram este belo espetáculo.
Fale Mulher:  Claudia como é participar desta peça?
 Claudia Ventura: Olha!  É uma alegria, uma realização, um projeto meu e do Alexandre. A gente  convenceu uma empresa grande como os correios, que nosso projeto valia a pena e  conseguimos o  patrocínio. Foi uma realização de um sonho, pois, cada vez que a gente sonha em  fazer um projeto e consegue realizar, tem uma boa crítica e uma melhor aceitação  do publico  é um presente de Deus.
Fale Mulher: Como é interpretar assuntos tão reais como os textos de Arthur de Azevedo?
 Claudia Ventura: O Arthur é um autor muito impressionante  porquê por mais que ele tenha escrito nos anos de 1890 e 1903 que são os últimos anos que ele escreveu os contos montados aqui, é muito atual. Ele fala do ser humano, da essência humana, isso não perde a validade, é eterno. Por isso é gratificante e interessante fazer  esses personagens que dá essa  visão do Rio de Janeiro.
Fale Mulher: A peça fala muito do casamento, o peso dele. O que a Claudia, acha do casamento?
 Claudia Ventura: Eu já fui casada há dez anos , me separei, achei que era eterno, não foi. Sobre o casamento a verdade é que todos querem viver essa experiência. Quem tá fora quer entrar, quem tá dentro quer sair. A minha experiência, com o Xande,  é maravilhosa, somos amigos há muito tempo e agora somos namorados. É muito interessante poder tá falando e ensaiando um casamento em cena antes de dividir a vida real,  Nós trabalhamos há vinte anos juntos e temos muita intimidade. Isso ajuda a gente se divertir e trazer o publico  a participar e se divertir também.
Fale Mulher: Como foi sua participação no festival internacional de cinema em Barra do Pirai?
 Claudia Ventura: Eu fui convidada para ser jurada,  mas não pude ir fisicamente mas já participei de outros festivais com o grupo de mulheres, um grupo de humor  chamado “Grelo Falante”, que já ganhou um prêmio. O espetáculo  está com uma  indicação ao prêmio Shell  de melhor direção com a Inês Viana, assim,  nosso espetáculo vai construindo uma carreira. Já fui indicada ao prêmio Shell como atriz e sei como essas coisas são importantes.
Fale Mulher:  E na televisão?
 Claudia Ventura:  O último  trabalho foi “Separação”(Rede Globo), um programa de humor,  com o Vladimir Brichta  e Débora Bloch com direção de José de  Alvarenga Jr. Agora é um tempo para o teatro.
Fale Mulher: Planos para 2012?
 Claudia Ventura: A gente quer construir uma carreira completa com este espetáculo. Viajar com essa história, e conseguir que mais gente assistam a gente , viajar pelo Brasil, este é o nosso projeto.

A temporada do espetáculo ”Amor Confesso” tem a direção de Inês Viana, elenco  com Claudia Viana ,Alexandre Dantas, e o pianista Roberto Bahal. Estará em cartaz até 15 de janeiro no Centro Cultural dos Correios, no Rio de Janeiro, Recomendo a todos. Excelente  programa!

















Por Nice Abreu@falemulher

Nenhum comentário:

Postar um comentário