sexta-feira, 30 de março de 2012

Cantor Naldo na fundição Progresso


Aos sete anos de idade o Mc Naldo começou sua carreira cantando na igreja, mas foi com 15 anos que ele juntamente com seu irmão Lula formaram uma dupla que se lançou no Funk . Gravaram as músicas “Tá Surdo” “A Festa É Nossa”, “Rebola”, “Linda Demais”, “Me Chama Que Eu Vou” “Como Mágica”. Daí para cá o Cantor mesmo estando se superando da perda do irmão que faleceu em um acidente de carro, continua com sua carreira solo e cada vez mais no estrelato.

Naldo gravou seu primeiro DVD ao vivo cujo nome “Naldo na Veia- in Tour” revela o que ele mais gosta que são “Musicas” No sábado dia dez de dezembro foi lançado este traballho na Fundição Progresso em que ele encantou não só os antigos fãs mas também aqueles que foram assisti-lo pela primeira vez.
Um Belo show cheio de tecnologias cujo destaque foi a entrada do astro ao palco em cima de sua moto vestido de preto, com várias lâmpadas led, que davam destaque ao grande cenário composto por uma estrutura de dois andares. Um palco elevado, onde os bailarinos subiam e faziam malabarismos, pulavam no palco com uma desenvoltura levando a platéia ao delírio.
Além de todas essas novidades tecnológicas imitando os grandes palcos de cantores americanos ele trouxe como convidada a Preta Gil que cantou com ele três canções animando ainda mais o grande publico. Em seu camarim Naldo conta ao Fale Mulher um pouquinho da sua vida, da sua agenda e de seu projeto para o ano de 2012.
 FALE MULHER: Naldo este é o seu primeiro DVD?
Naldo: É meu primeiro CD E DVD na minha carreira solo. Este trabalho foi como superação, eu era uma dupla com meu irmão mas há três anos eu o perdi mas levei levei minha carreira adiante. Agora graças a Deus “Naldo na Veia- in Tour” o DVD já está nas lojas cheio de participações bacanas e hoje estamos fazendo o lançamento aqui na Fundição .
FM: Por que este nome?
N: Na veia foi a primeira música que fiz na carreira solo que ganhou o Brasil inteiro. Eu fiz alguns programas nacionais importantes. Acho o nome muito forte e hoje assino na Naldo na Veia porque acho que a música tá minha veia e pega firme na veia o que venho fazendo e ficou. Na “Veia Tour” segue pelo Brasil inteiro.
FM: Você mistura um pouco de Funk com Pop, meio romântico, esse é seu diferencial. Por que você resolveu seguir essa linha?
N: Isso foi sempre o que fiz . Na verdade em 2007 eu lancei “Como Magica” é uma música extremamente romântica com Naldo e Lula. O cantor Belo junto com a Perla também gravou no mesmo ano uma música minha “Depois do Amor”. Sempre tive meu lado romântico como compositor e cantor, mas a dança é muito para cima .Gosto muito da mistura de Funk com Rip Rop. O funk é minha origem, é minha camisa. Nasci na vila Pinheiro, é minha identidade, hoje não vivo mais lá mas tenho muito orgulho.
 FM: Você é romântico?
N: Sou extremamente romântico , gosto de falar de amor literalmente, de cantar para as mulheres.
FM: Porque este nome Minha Cinderela? É dedicado a alguém?
N: Esta música é uma das surpresas que terá um grande resultado. Uma surpresa que preparei para as fã hoje, é uma música que escrevi em 10 minutos . Eu estava em Miami e eles me deram como presente o arranjo e assim surgiu “Minha Cinderela.” É surpreendente porque não toca nas rádios, mas o publico canta e comenta.
FM: Você já fez shows em todo Brasil e fora daqui?
N: Sim! No Brasil , Miami, e Nova York. Eu estive lá este ano, mas volto em fevereiro para Miami para começar um projeto meu internacional.
FM: Como é o publico de lá comparado com o daqui? Você sente a diferença?
N: Foi muito bom. Em Nova York tive numa TV e na Rádio com a empresa chamado Top Life. Achei bacana que andava nas ruas com os caras do Rip Rop. Mas eles me aceitaram muito bem. O Brasil é muito bem visto hoje lá fora.
FM: E o carnaval?

Nenhum comentário:

Postar um comentário